Monitor Samsung C24FG70: 144hz e bem completo

O Samsung C24FG70 é um monitor gamer de design mais arrojado, que se destaca principalmente pela qualidade da tela QLED e pela frequência alta, que chega até 144 hertz. Será que vale a pena pagar um pouco a mais para levar um monitor mais avançado? Ou será que tudo isso é só jargão de marketing para aumentar o preço? Para saber, só entendendo o que é essa tal de frequência e no que ela afeta a sua jogatina.

Design

Começando pela parte externa, o monitor gamer QLED da Samsung não é muito grande nem chega em altas resoluções, são 23,5 polegadas e resolução 1080P, mas seu design é bem bonito, principalmente pela curvatura de 1800R.

Esse valor é o raio do arco que o monitor forma e indica que a distância máxima que você deve ficar da tela é de 1800 milímetros para ter a melhor experiência possível. Basicamente a curvatura serve para aumentar o seu campo de visão e reduzir borrões do canto da tela, desde que você esteja dentro daquela distância sugerida. Acima disso e a curva começa a distorcer a imagem e atrapalhar sua visão.

Como um metro e oitenta é uma distância um pouco pequena, o C24FG70 tem um raio pequeno para assistir filmes de um sofá, por exemplo, mas na distância normal de escrivaninha ele é bem agradável. Principalmente depois de passar várias horas trabalhando com ele.

O braço na traseira permite ajuste em todos os eixos e orientações, o que ajuda ainda mais no quesito conforto, além de permitir que você use o monitor de forma vertical, função que pode ser legal para alguns tipos de aplicações.

Vale só comentar que as bordas grossas e até mesmo o ângulo da tela não permitem uma integração tão uniforme se você pretende utilizá-lo como segundo ou terceiro monitor.

Além disso, ele possui uma entrada P2 na parte traseira para estender a saída de som, e, como tudo que é gamer tem que ter LED em algum canto, o equipamento possui retroiluminação que acompanha a batida da música que está saindo por esse P2. É mais para fazer um charme e te distrair quando a sala está escura.

Qualidade do painel

A qualidade da tela QLED num geral é bem superior aos outros monitores que temos aqui. O brilho chega a 350 candelas por metros quadrado e o contraste é de 3000:1. Eu gostei bastante principalmente da profundidade que ele dá para os pretos e as suas cores bem vivas – e chegam a ser até exageradas em algumas pré-definições que temos aqui.

Porém, o verdadeiro destaque do Samsung C24FG70 é a frequência da tela que pode chegar até 144 hertz pelo cabo de padrão displayport, ou 120 hertz no HDMI mais tradicional. Os benefícios que isso pode trazer vão variar de acordo com o seu computador, então não podemos confundir – frequência do monitor não é a mesma coisa que quadros por segundo ou “FPS”, que é o que geralmente aparece nos jogos.

Frequência indica quantas vezes por segundo a tela atualiza a imagem que está sendo exibida. Enquanto que o FPS é uma informação referente a placa de vídeo, e mostra quantos quadros por segundo elá está enviando para a tela. De uma forma resumida, o monitor vai atualizar a imagem de qualquer forma – se a placa de vídeo não mandar a imagem rápido o suficiente, ele vai repetir a mesma imagem duas vezes.

Caso a placa de vídeo seja potente o suficiente para manter um FPS mais alto que a frequência da tela, alguns frames vão se perder e os movimentos na tela serão mais “bruscos”, parecendo mais lag, como se os objetos surgissem do nada na cena. O efeito é extremamente rápido,servindo mais para exemplificar.

Se o oposto acontece e o jogo rodar a um FPS muito menor que a taxa de atualização da tela, não tem porque investir mais em um monitor melhor. No geral o ideal é quando a placa de vídeo consegue se manter pelo menos acima de 100 frames por segundo para valer a pena comprar um monitor de 120 hertz ou mais, assim nenhuma informação se perde e a imagem fica notavelmente mais suave.

É nesse ponto que o monitor passa a ajudar no tempo de reação do jogador, o que pode fazer diferença em ambientes bastante competitivos. Claro que simplesmente atualizar o monitor não significa que você vai jogar melhor e virar desafiante no LoL, só que a nível profissional, a pequena vantagem torna esse equipamento praticamente essencial. Quem é como eu e prefere jogar de maneira mais casual, a diferença vai ser bem pequena, mas no geral o jogo fica mais bonito e mais imersivo.

Enquanto eu estou falando de frequência e de FPS, vale comentar que quando essas duas características não estão iguais, pode acontecer o chamado “Screen Tearing”. Basicamente é um problema que aparece quando duas cenas são renderizadas ao mesmo tempo na tela e cria meio que um rasgo entre elas. Para resolver isso o C24 implementa o AMD FreeSync, uma tecnologia que torna a frequência do monitor variável e sincroniza ela ao FPS do jogo para não deixar duas imagens se sobreporem. A Nvidia prometeu disponibilizar seu g-sync para monitores com essa função.

Configurações

E para finalizar, todos os aspectos do C24 são configuráveis. Você pode escolher a frequência que você quer, ligar ou desligar o FreeSync, selecionar qualquer uma das opções pré-definidas para diversos tipos de jogos e até mesmo criar as suas próprias, que você pode associar a um dos 3 botões de atalho que ficam embaixo da tela.

Enfim, você tem controle completo sobre tudo e tem liberdade para configurar do jeito que você achar melhor.
Outro ponto importante é que esses efeitos são limitados a jogos, já que filmes e séries não costumam chegar a uma taxa de frames alta.

O próprio YouTube chega no máximo a 60 frames por segundo. Isso não significa que o C24 pode melhorar sua experiência, já que ele possui uma qualidade de cores também superior, principalmente quando falamos de profundida de pretos e de tons mais vivos.

Conclusão

Sem dúvida, o monitor C24 tem o potencial para melhorar sua experiência com seu PC, principalmente se você já possui uma placa de vídeo mais potente e quer ter toda vantagem possível em jogos competitivos. Para aqueles que não jogam ele também vai bem por conta do número de possibilidades de regulagem de posições e pela tela com boa fidelidade de cores, mas claro, pode sair um pouco mais caro do que deveria.

Enfim, bem legal, preço até que condizente com o mercado, mas se você ainda não tem um computador potente, é melhor dar prioridade às outras peças antes de pensar em atualizar seu monitor.

8 Total Score

User Rating: Be the first one!
Diga o que você achou

Leave a reply