Moto G6 vs Moto X4: preço parecido de gerações diferentes

Com o Moto X4 caindo de preço e o Moto G6 novinho em folha também saindo pelo mesmo preço, qual que vale mais a pena atualmente? Deixa eu te explicar direitinho entrando a fundo nas especificações.

Design

Se olharmos os aparelhos apenas pela sua aparência, quase não perceberemos diferenças. Sendo o Moto X4 mais achatadinho por conta da sua proporção 16:9, uma solução bem 2017, por assim dizer. De resto, tudo igual, acabamento em vidro bastante clean e que pega bastante marcas de dedo, chanfros laterais para melhorar a pegada, e claro, a câmera de minion com dois olhinhos.

Os dois possuem entrada pra fone de ouvido e o conector USB-C na parte de baixo e alto falantes na parte frontal, virados pra você e logo acima da tela. Os botões de volume e power ficam na lateral e as bandejas de chip na parte de cima. Felizmente, temos um avanço no Moto G6 que te permite usar dois chips mais um cartão microSD, coisa que o X4 não faz por ainda usar uma bandeja híbrida, então ou você coloca um micro SD e um chip ou dois chips.

O sensor biométrico dos dois está localizado na parte frontal abaixo da tela e o X4 leva vantagem por ter uma área de contato maior que eu particularmente não entendi porque o G6 diminuiu, afinal, as bordas continuam grandes o suficiente para acomodar um botão largo.

Por outro lado, uma grande vantagem do X4 é a presença de certificação IP68, o que significa que ele é resistente à água e pode ser mergulhado a até um metro e meio de profundidade por trinta minutos.

Tela

No geral, os aparelhos tem quase a mesma largura, mas o G6 é cinco milímetros maior por ter uma tela de 5,7 polegadas com proporção mais alongada. Enquanto isso, o X4 carrega uma tela de 5,2 polegadas. Apesar de não ser muito diferente, as bordas da tela são menores no G6, justamente para acomodar esse display maior.

Ainda sobre a tela, os dois possuem proteção Gorilla Glass 3 e usam um painel IPS LCD, que entregam ótimos ângulos de visão, uma saturação muito equilibrada e brilho já bem equivalente entre os dois. O Moto G6 Plus tem uma tela que funciona melhor em lugares abertos por ter mais brilho, mas no Moto G6 não temos isso e ele fica bem perto do X4 mesmo.

Software

Outro ponto onde esses aparelhos são muito parecidos é no software , já que por estar recebendo atualizações para o Android Oreo, o X4 se equipara ao G6, que já sai de fábrica com a nova versão do robozinho. São dois aparelhos da Motorola com os mesmos ícones, launcher e interface no geral.

Os dois contam com o Moto Ações, que nada mais são que atalhos que abrem a câmera girando o pulso duas vezes e ligam a lanterna balançando o aparelho entre outros atalhos com gestos.

O Moto Tela, que mostra informações na tela mesmo com os aparelhos travados. O Moto Key, que te ajuda a guardar senhas e fazer login nos serviços usando somente a sua digital, e claro, o Moto Voz que ganhou algumas funcionalidades mais complexas de assistente no G6 – um diferencial que deve ser melhor trabalhado pela Motorola nos próximos anos.

Sinceramente, existe uma probabilidade maior do G6 ser atualizado por mais tempo, até porque ele é mais atual, então se essa é uma preocupação sua, vá de G6.

Desempenho

Com relação a performance, o X4 claramente tem vantagem. Apesar dos dois modelos trabalharem com 3GB de RAM e 32GB de armazenamento, com aquele probleminha do X4 de ocupar um monte de espaço já ter sido resolvido em atualização, o X4 tem um processador melhor, de uma série acima e que eu prefiro bem mais.

O Snapdragon 630 tem 8 núcleos em 2,2GHz contra 8 núcleos a 1,8GHz do Snapdragon 450 presente no G6. 400Hz parecem pouco mas dão uns 15% a 20% a mais de rendimento para o Chipset do Moto X4, coisa que no dia a dia fez diferença para mim. Jogos como breakneck que sentem um pouco de quedas de frames no 450 vão de boa no 630, que tem um espaço para respiro.

 

Conforme o Moto G6 deu uma melhorada no gerenciamento de RAM nas últimas atualizações, ele passou a entregar um desempenho melhor, mas ainda iria de X4 se você se importa com isso.

A grande diferença desses dois modelos vai ser percebida ao longo do tempo, quando o Android P começar a ser distribuído e exigir um pouco mais do equipamento que você escolher. Nesse ponto, o X4 pode até levar uma vantagem e te deixar mais tranquilo com relação a isso.

Os dois equipamentos aceitam Wi-Fi de 5GHz, contam com bluetooth 4.2 e um GPS que se saiu muito bem nos testes, mas só o X4 vem equipado com NFC, possibilitando usar o pagamento via Android Pay.

A parte boa disso tudo é que os dois são equipados com baterias de 3000mAh e carregador turbo de 15W, já disponível na caixa, o que possibilita carregá-los em 1 hora e 40 minutos, em média. Como a tela do G6 é maior e eles tem a mesma capacidade, o X4 leva a melhor em tempo de tela, alcançando 8 horas contra apenas 7 horas do G6, que por ter um chipset mais fraquinho também consome mais na hora de jogar. Nenhum dos dois aparelhos surpreende, mas dá pra chegar no final do dia.

Câmera traseira e frontal

Enquanto o Moto X4 usa um sensor de 12 megapixels e abertura f/2.0 e uma lente secundária de oito megapixels com abertura f/2.2 com um ângulo mais aberto, de 120º, o G6 vem com um sensor de 12 megapixels e abertura f/1.8 além de uma lente secundária de cinco megapixels com abertura f/2.2, que só é usado para a foto preto e branco, e que ajuda na hora de desfocar o segundo plano da imagem.

Nos nossos testes deu pra perceber que o X4 entrega um resultado mais nítido e consegue equilibrar melhor as cores da foto, com um tom mais realista, apesar do HDR não ser tão bom assim. Nos dois modelos o resultado em baixa luz fica bem fraco e com bastante ruído, apesar do G6 se sair ligeiramente melhor no pós processamento.

No modo retrato os dois apresentam um resultado decente. Enquanto o Moto X4 consegue uma melhor nitidez e contraste o G6 lida melhor com as cores da pele, estourando menos as áreas claras e apresentando uma pele mais agradável parecendo aquele modo beautification, da Xiaomi.

Na câmera frontal o X4 basicamente leva a melhor em tudo, definição da foto, cores menos contrastadas na câmera normal, e claro, capacidade de tirar melhores fotos em baixa luz.

Achei as câmeras frontais dos novos Moto G6 bem fraquinhas, utilizando de artifícios como aumento de contraste e saturação para parecer melhor, mas que no fim, mais me incomodaram do que ajudaram.

Na parte de vídeo o Moto X4 leva vantagem, por conseguir gravar em resolução 4K a 30 quadros ou em resolução Full HD em até 60 quadros. O G6 só grava em resolução Full HD com as mesmas taxas de frames.

As duas câmeras têm uma nitidez muito similar em Full HD e no slow motion funcionam de maneira idêntica apesar do G6 possuir um crop na imagem final por usar um espaço menor no sensor. Pra gravar em slow motion, você precisa mudar pra resolução HD, mas o X4 tem mais qualidade, além de não precisar chegar pra trás e reenquadrar o objeto, por conta do zoom forçado do G6.

Conclusão

Se você procura câmera e desempenho, o Moto X4 claramente leva vantagem, batendo de frente com o Moto G6 Plus, mas com um preço bem abaixo. Ele fica pra trás na tela que é 16:9 e na possibilidade de atualizações futuras de software, já que é mais antigo, mas na boa, eu ainda recomendo, afinal temos NFC e vídeos em 4K por aqui.

O G6 mesmo só vale se você quer essa tela 18:9 e ponto final. Ele não tem as possibilidades de câmera wide nem de câmera frontal. A bateria fica um pouco pra trás e o Moto Voz é legal mas ainda não é tudo isso.

Fique atento aos modelos mais atualizados do X4 que já vem com a câmera corrigida, afinal a primeira leva do aparelho não focava corretamente na câmera frontal.

Diga o que você achou

Leave a reply