Qual é o melhor celular custo benefício?

Já passamos do meio do ano e o que estava pra ser lançado pelas fabricantes já aconteceu, ou se vai acontecer vai permanecer caro, então está na hora de um guia de compra para você saber qual é o melhor celular custo benefício para o seu tipo de uso.

Nós escolhemos o melhor em cada faixa de preço. Tem mais opção no mercado, mas tentamos ser bastante seletivos, com algumas menções honrosas. Lembrando que se você achar que conseguimos ajudar você e quiser comprar através dos nossos links, recebemos uma comissão que nos ajuda a manter nosso conteúdo sempre atualizado e você não paga nada mais por isso.

Galaxy J4 Plus

A gente começa falando do Galaxy J4 Plus, que fica abaixo dos 700 reais, e diferente dos concorrentes, tem um design bem atual, quase sem bordas entre a tela e o restante do corpo, além dos botões virtuais para a navegação no Android.

O fato de estar na proporção mais esticada com uma tela de 6,0 polegadas, dá uma certa vantagem para consumo de conteúdo e jogos, mas para baratear o custo, não tem nada de leitor de impressões digitais por aqui. O que eu acho incômodo para quem já está acostumado com a função. Ele acaba sendo a mescla de produto atualizado com produto ultrapassado.

O desempenho não faz feio para essa faixa de preço, mas com um Snapdragon 425 e 2GB de RAM, a multitarefa não vai tão bem e você fica meio limitado a aplicativos de redes sociais, jogos sem muitos elementos gráficos complexos e principalmente, performance da câmera e bateria.

Por falar em bateria, ela acaba sendo o suficiente somente para um dia de uso mais leve, porque afinal de contas, a tela é bem grande e consome muita energia. Para fechar, a câmera traseira de 13MP rende boas fotos em condições ideais de iluminação, e a frontal não decepciona na hora de postar uns stories ou mandar a selfie para os amigos. Mas é aquela, se cair a noite ou se estiver num ambiente com pouca luz, o resultado já não vai ser tão bom.

Moto G6 Play

Se você procura muita bateria em um aparelho, ainda vale indicar o Moto G6 Play pelos 4.000mAh disponíveis, que dependendo do uso vai durar até dois dias. A tela tem um nível de brilho superior à do modelo anterior, então você consegue visualizar melhor na rua. Ele faz parte de uma das linhas de celular mais vendida no Brasil.

Outro benefício que você tem com esse aparelho é que ao ter um 3GB de memória RAM, um processador levemente melhor e um sistema operacional com menos camadas de customização, os aplicativos rodam um pouco mais fluidos, principalmente no multitarefa.

As câmeras estão no mesmo patamar do modelo anterior, mas de novo, sem grandes expectativas em baixa e média luz.

Moto G7 Power

Ainda para os loucos da bateria, temos o Moto G7 Power, que aproveita melhor a frente do aparelho com o “notch” para abrigar a câmera frontal e o alto falante para chamadas, atualiza bastante o software e que conta com 5.000 mAh, uma ótima marca.

Com esse processador mais novo, dá para jogar Asphalt 9, PUBG, Free Fire e vários outros jogos legais sem nenhum problema, apesar dos gráficos ficarem limitados às configurações mais básicas. No dia a dia ele também é mais ágil e você já fica mais confortável para rodar tudo que precisar, isso se não exigir tanto assim do equipamento.

Dá para encontrar o G7 Power tanto na versão de 3GB de RAM com 32GB de armazenamento, quanto na versão de 4GB de RAM com 64GB de armazenamento, mas pensando no longo prazo, vale a pena gastar um pouco mais e pegar a versão mais completa, porque seguindo o histórico da Motorola, ele vai se manter atualizado por alguns anos, o que é sempre bom.

Esse é um destaque da lista, e se você encontrar a versão de 64GB por menos de R$1.000,00, será uma excelente compra e seu desempenho deve manter-se atual por um bom tempo.

Xiaomi Mi 8 Lite

Não dá pra passar por este guia sem indicar um importado bem rápido. Até porque, já conseguimos encontrar alguns modelos aqui no Brasil através de marketplace, o que facilita o processo, mas sempre lembre da falta de assistência técnica antes de fazer sua escolha.

Nesse segmento, por assim dizer, o Mi 8 Lite foi o que eu mais gostei. É um ótimo smartphone intermediário, que entrega câmeras muito legais, inclusive quando a iluminação cai um pouco. Sua tela Full HD conta com um ótimo aproveitamento da área frontal e boas características, perfeito para consumo de conteúdo.

Apesar de o som do equipamento no geral ser fraco, fica faltando um fone de ouvido, e a capinha que vem na caixa ser um pouco fraca em termos de durabilidade. Um dos maiores ganhos que você pode ter é no bom processador, que não deixa nenhum jogo ficar de fora por conta de falta de processamento. É um aparelho que eu adoramos pela pegada e a experiência geral com ele.

Uma menção honrosa no segmento de importados é o Pocophone F1, que tem um processador topo de linha da Qualcomm para a época em que foi lançado, mas abre mão de tela e construção. Ele custa uns R$500,00 a mais e serve pra quem quer muito processamento. Vale lembrar que tanto ele como o Redmi Note 6 Pro foram homologados aqui no Brasil e podem ser boas opções mesmo através do mercado nacional.

Asus Zenfone 5

Subindo nosso orçamento, a melhor opção na visão da equipe é o Zenfone 5. Ele tem uma tela muito legal, que é ótima para consumo de vídeos e fotografia, além do processador que dá conta de qualquer jogo numa boa.

Mesmo tendo sido lançado no ano passado, ele já recebeu atualização para o Android Pie e apesar dos erros de tradução, a ZenUI ainda é a personalização de fabricante mais otimizada e cheia de atalhos.

Ele foi lançado mais próximo dos R$2.000,00, e fica variando bastante de preço. Tem época que fica perto do preço original e momentos onde chegou a incríveis R$1.450,00, um preço ótimo e que não encontrei mais no dia que fui revisar o texto.

Quem passa por isso também, mas em uma faixa um pouco mais baixa é o Galaxy A7 2018, que também é menção honrosa por conta da sua câmera de selfie, e o preço geralmente legal.

Galaxy S9

Para fechar nossa lista, o custo benefício para quem quer gastar um pouco mais de grana e não está disposto a pegar um topo de linha, é sem dúvida alguma o Galaxy S9. Ele tem tudo que você espera de um smartphone topo de linha e tem envelhecido muito bem.

Tem câmeras legais, um dos grandes diferenciais da linha Galaxy S, tela com ótima resolução e qualidade acima da média, além de um processador que ainda vai muito bem e deve ir por alguns anos. Como tem aparecido diversas vezes abaixo dos R$2.000,00, passa a entrar em uma faixa de preço bem interessante.

Sabe os jogos que eu comentei lá no começo que precisam de uma configuração gráfica mais básica para rodar bem? Pois é, aqui você não precisa se preocupar. Pode colocar tudo no máximo que ainda rende muita diversão.

Ainda tem o fato de que recentemente ele foi atualizado para a nova interface da Samsung. No fim, minha única crítica é sobre a bateria, que acaba com uma certa facilidade, mas se você for com o modelo Plus, não vai ter tanto problema assim. Já tem IP68, carregamento sem fio, suporta o DEX, além de ser super completo.

Qual é o melhor celular custo benefício?

Nada mais comum que falar o bom e velho “depende” para indicar algum celular. No entanto, pensamos que pensando em fazer valer a pena o dinheiro investido em um novo smartphone, as melhores opções são o Moto G7 Power na versão de 64GB e o Galaxy S9.

Pode ser estranho indicar dois modelos com diferenças tão grandes de preço, mas para quem está pensando em gastar por volta dos R$1.000,00, o Moto G7 Power é uma ótima opção que você pode pegar agora mesmo ou esperar cair um pouco mais o preço. Com ele você não corre o risco de pegar um celular básico demais que vai ficar lento rapidamente.

Por outro lado, o Galaxy S9 é uma opção para quem deseja ter a experiência de um topo de linha sem gastar muito dinheiro, para ser mais exato, menos de R$2.000,00 atualmente. Se você for um pouco mais exigente, a versão Plus vale a pena.

2 Comments
  1. Neste comparativo devido as especificações eu ficaria sem dúvidas com o Mi 8 Lite, agora por design traseiro ficaria com o Galaxy S9. Tudo é questão de gosto também, porém jamais pegaria G6.

  2. Vocês poderia indicar alguns modelos de smartphones intermediários chineses com MODO MANUAL DE FOTOGRAFIA na câmera Traseira (controle de obturador, ISO, compensação de exposição e balanço de branco ou temperatura de cor em Kelvin) ?

    Seria possível fazer um vídeo comparativo com alguns modelos antes da Black “Fraude” ?

    Obrigado pela atenção,

    Max Carvalho

Leave a reply