Qual é o melhor plano e operadora de celular?

Nós provavelmente já te ajudamos a escolher seu smartphone, alguns acessórios para ele ou até mesmo ensinamos algumas dicas e funções para o sistema operacional, mas ficou faltando te ajudar a contratar um serviço de telefonia.

Para começo de conversa, vale um aviso: nós listamos os planos de acordo com nossa localidade: São Paulo e Minas Gerais. Todos os valores podem sofrer variações conforme o estado que você se encontra e conforme o dia que você ler esse artigo, portanto fique atento.

A primeira coisa fazemos na hora de uma análise é checar se existe algum dado de mercado ou de alguma agência que consolida e verifica cada uma das empresas. Geralmente levantamos os dados do ReclameAqui, mas em telefonia temos a Anatel, que fez uma grande análise de qual melhor operadora.

Em pré pago Nextel, Algar e Claro vão acima da média, enquanto que no pós pago aparecem novos entrantes como Porto Seguro, mas de novo, Nextel e Algar se sobressaem um pouco das mais conhecidas. Mesmo assim as notas são bem parecidas.

O Mobile Network Experience Report traz mais algumas informações legais, apontando a Tim com a maior cobertura 4G, enquanto a Claro ganha em todos os outros índices de velocidade e latência. A Vivo é a empresa com maior número de consumidores e a Tim com o maior número de reclamações.

Vivo

O Pós 140GB  oferece 70GB de internet para qualquer tipo de navegação e uma franquia extra de mais 70GB para vídeos e músicas. Aplicativos como Whatsapp, Waze, Cabify e Moovit não entram no consumo, ficando liberado o uso, mesmo depois que você esgotar a franquia.

O legal dos planos pós pago da Vivo é que se você consome muito conteúdo audiovisual, como Youtube, Netflix, Spotify e o Tidal, primeiro é consumido a franquia extra do pacote para depois consumir a franquia que você contrata.

Nesse e em outros planos você consegue colocar dependentes que usam o mesmo pacote que você. A quantidade de pessoas vai alterar o valor do plano.

Esse Pós 140GB ainda tem sete diárias para usá-lo em roaming internacional fora das Américas e diárias ilimitadas se elas forem usadas no nosso continente.

Os planos variam entre R$250,00 para o 60GB e R$530,00 para o mais completo, e o que muda mesmo é a quantidade de internet e dependentes, já que as ligações e SMS são ilimitados e o prazo de fidelidade de um ano é o mesmo para todos.

Se você não quiser ficar preso ao plano por esse tempo, tem outros pacotes com fidelidade mensal mas aí acaba não sendo tão vantajoso, porque você vai acabar gastando mais.

Ainda falando de pós pago, temos o plano controle com opções de 4GB e 5GB de internet, valores esses que acho um pouco baixos. Se você optar por conta digital ganha 500MB a mais. A ideia é que você não precise de tanta banda assim, porque os mesmos apps não consomem: Moovit, Waze, Whatsapp e Cabify.

Para fechar, temos os planos pré de 3GB e 1GB com 200 minutos, todos válidos por 7 dias. Nessa daqui o Whatsapp é liberado. O louco é que se você pegar esse de 3GB a cada semana, seus R$60,00 viram 12GB, mais do que no plano controle. O único problema desses planos é que você só consegue falar de graça com outros números fora do seu DDD, desde que sejam da Vivo.

Claro

Já na Claro, isso não acontece, porque as chamadas são ilimitadas para qualquer operadora do país, mesmo no plano mais básico do pré, que custa R$10,00 por semana e pode chegar aos 2GB de internet. Se você quiser consumir um pouco mais de internet, tem a opção de 3GB por R$15,00 por semana, que é basicamente a mesma oferta da Vivo.

Ainda tem o plano mensal do “prezão da Claro”, que custa R$35,00 por mês e oferece 3GB de internet, mas só vale a pena mesmo se você tiver com o orçamento bem apertado, porque no pacote semanal de 2GB, gastando cinco reais a mais no final do mês, você leva até 5GB a mais de internet. É só deixar na renovação automática que os bônus são creditados automaticamente.

Agora, falando dos planos controle, a Claro oferece opções de R$50 a R$65 por mês que variam, basicamente, pela quantidade de internet. Se você optar por débito automático e fatura digital você ainda leva um desconto no valor final.

Vale salientar que no plano mais top deles, o de 5GB e R$65 por mês, o Whatsapp, Facebook, Instagram, Twitter, Waze, Cabify e Claro Música não descontam da franquia de internet, o que acaba sendo bem mais interessante se você usa muito esses aplicativos, principalmente Instagram, que consome mais dados.

Ainda tem o plano de portabilidade no pacote intermediário, que dá 1GB adicional de internet se você levar o seu número para a Claro.

Eles ainda possuem uma opção de plano que chama Claro Flex, feito pra quem quer tudo digital, ou seja, você baixa o aplicativo, faz o cadastro, coloca seu cartão de crédito e se for cliente da NET, ainda tem um giga adicional na franquia. Alguns aplicativos entram como bônus de navegação, naquela mesma pegada de não consumir da sua franquia, e assim ficam as opções de 4GB, 5GB e 6GB com ligações ilimitadas em todos eles, e preços que vão de R$50 a R$80 por mês.

Nos planos pós pago, você encontra opções que vão de 15GB a 125GB de internet com variação de preço que vai de R$120 a R$400. O que muda é a quantidade de dependentes que você pode incluir em cada plano e o bônus adicional por portabilidade. Esses planos são internacionais, então eles já são habilitados para o Passaporte América da Claro, aquela lista de dezoito países em que você pode falar como se estivesse no Brasil, sem taxas adicionais.

Vale lembrar que a franquia extraplay é para o Youtube, Netflix, Claro Vídeos e Now e que eles consomem essa parte da franquia para depois consumir a franquia convencional. O legal é que tem uma lista de aplicativos que não consomem a franquia mensal, o que não vai te impedir de usar as redes sociais, caso você consuma toda a franquia de internet.

Oi

Na Oi os planos são mais diretos. Primeiro porque não tem aquele plano Controle, já que eles assumem o plano pós pago com uma fatura fixa. Os preços vão de R$40 a R$100, com franquia de 6GB a 50GB de internet.

Só fica ligado que esses valores são para débito direto no cartão de crédito. Se você optar por pagamento via boleto, vai mudar o valor final. Pelo menos, eles não tem aquele mesmo contrato de fidelização de um ano que a Vivo e a Claro praticam.

De modo geral, os planos da Oi são mais acertados, porque além da oferta ser um pouco mais barata – afinal são 6GB por R$40 – , você ainda tem os aplicativos de redes sociais inclusos no plano, sem consumir da franquia total contratada. No plano mais caro de 50GB, até o Youtube e Netflix entram na lista de apps que não consomem a franquia.

Em qualquer um dos planos as ligações são ilimitadas para todo Brasil. O que pode ser um fator impeditivo para escolher a Oi como operadora é a cobertura, que de acordo com a Teleco, está presente em quase 91% dos municípios, ocupando a quarta colocação do ranking. Para se ter uma ideia, a Vivo, primeira do ranking, está em pouco mais de 96% dos municípios, seguida da Tim e Claro.

Isso meio que me preocupa como indicação, porque no final das contas a Oi está presente em 907 municípios com a rede 4G e em apenas 34 municípios com a rede LTE. Para efeito de comparação, a Tim, primeira no ranking de municípios com 4G, está presente em 3.321 cidades, e a Claro, que domina o ranking de LTE, está em 1.452 cidades.

Ainda tem os planos pré pagos, que variam entre R$10 e R$30 e o que muda é o prazo da oferta, que vai de 7 até 30 dias. Se tiver que escolher um, o Pré 25, que oferta 4GB de internet, chamadas ilimitadas e dura o mês todo, custando R$25, sem dúvida se destaca. Abaixo disso, tem pouca internet por um prazo menor, ou simplesmente fica mais caro se você considerar o mês todo.

Tim

Já a Tim é a operadora que tem o maior número de planos na nossa lista, a começar pelo Tim Beta, que mantém o custo em R$55 por mês ou R$10 por semana, e varia a quantidade de internet e minutos, dependendo do nível que você atinge no programa blablablâmetro, uma espécie de jogo que quanto mais você usa e recarrega seu número, mais pontos acumula.

Basicamente, para entrar no Tim Beta você precisa ser convidado por um amigo, e sinceramente, é o plano que mais vale a pena, porque se considerar o pagamento mensal no pacote Beta Lab, por esse preço você leva 20GB de internet e 2.000 minutos para qualquer operadora.

No plano controle você tem três opções, que vão de 5GB a 6,5GB de internet, com preços entre R$50 e R$75. Se você fizer a portabilidade para a Tim, tem a chance de conseguir 2GB de dados adicionais, mas o legal mesmo é que os aplicativos de redes sociais já estão inclusos no plano, sem consumir da franquia mensal. Ainda tem o bônus de 500MB por mês optando pela conta digital e mais um 1GB se escolher colocar a cobrança no débito automático no momento da contratação.

Se comparar com as outras operadoras, os planos da TIM são os melhores em termos de capacidade de franquia, preço e cobertura, já que como eu comentei, a operadora possui o maior número de municípios com 4G.

Ainda tem os planos pós pagos, que são chamados de Tim Black, e aqui tem uma pegadinha: os planos são divididos por fidelidade, seja ela no boleto ou no cartão de crédito. De modo geral os planos pagos com boleto possuem mais franquia de internet, mas custam mais caro por gigabyte contratado.

Para quem quer ter uma franquia de internet bem grande, vale mais a pena ir direto no plano de 14GB pagos com cartão, mas tem aquele lance de nem todo mundo ter um cartão de crédito disponível.

Resumindo, você tem uma franquia separada para os aplicativos de vídeo e outra para a navegação padrão. Lembrando que os apps de redes sociais não são contabilizados nessa franquia, sendo incluídos como bônus e um adicional se você fizer a portabilidade, colocar a fatura em débito automático e se optar pela conta digital, o que pode te render mais 4GB e meio nessa brincadeira.

Chamadas também são ilimitadas e no plano Tim Black 30GB você ainda leva o roaming internacional com 30 minutos de ligações internacionais por mês e mais 7 dias de Whatsapp liberado, ideal se você viaja muito.

Agora, no pré pago a coisa fica um pouco confusa na definição dos valores, mas basicamente você pode recarregar entre R$10 e R$100 e os benefícios vão aumentando com o tamanho da recarga.

No plano mais básico, o de dez reais, você leva 1,3GB de internet por cinco dias e um bônus de 4GB entre meia noite e seis da manhã. Agora, se você carrega os R$100, o plano sobe para 8,1GB por trinta dias e leva o bônus de pouco mais de 24GB durante a madrugada.

Conclusão

No pré pago, nossa opção ficaria com o Pré 25 da Oi, mesmo sabendo dos problemas de cobertura, porque na área onde ela atua, funciona bem. É o que mais tem franquia de dados, afinal são 4GB, e dura 30 dias, o que é um ponto bem positivo considerando o orçamento do mês.

No controle, ficamos com o Claro Flex de 5GB, porque por R$65 são 5GB de dados e os principais aplicativos de redes sociais, comunicadores e mapas inclusos sem consumir a franquia. O plano Vivo Controle também é legal, mas tem a questão da fidelidade de um ano, que eu entendo que não é para todo mundo. Se você conseguir o Tim Beta, ele dá bastante internet e tira a necessidade de fidelidade, mas ele na verdade se encaixaria na categoria de pré pago.

Para fechar, na categoria de planos pós pago iríamos direto para o plano de 50GB da Oi, que por R$99 por mês me oferece muito mais benefício, como Youtube e Netflix sem consumir minha franquia de dados, e ainda não preciso fazer nenhum contrato de fidelidade com a operadora.

Menções honrosas ao Tim Black 14GB, porque é o preço por giga mais barato entre as demais concorrentes e ainda tem a maior cobertura de 4G do país, que é um grande ponto positivo se considerar uma pessoa que viaja bastante.

Diga o que você achou

Leave a reply