Como comprar um notebook para jogos?

Para aqueles que desejam ter uma experiencia Gamer em qualquer lugar, ter um notebook pode ser a melhor opção. Apesar deles não terem a mesma performance de um desktop com bom resfriamento e suprimento de energia, nem a facilidade de realização de aprimoramentos, a diferença se abrandou durantes os anos, com diversas marcas se aventurando neste mercado.

É bom ter em mente que se você quer jogar os jogos dos últimos anos em uma qualidade média, não irá gastar menos de R$3.000, podendo chegar a um valor muito acima disto. De qualquer forma, passaremos pelos pontos mais importantes atualmente e qual deve ser a configuração minima para não ter problemas.

GPU (Graphic Process Unit) / Placa de Vídeo

 O mais importante para jogos! 

gpuGPU ou Graphic Process Unit significa em tradução direta unidade de processamento gráfico. Como a grande maioria dos jogos modernos roda com gráficos em 3D, a GPU (ou placa de vídeo dedicada, como é bastante conhecida) se tornou o principal equipamento para um bom notebook para jogos.

A maioria dos notebooks comuns ( não voltados para jogos) possuem uma unidade de processamento gráfico acoplada ao processador (CPU) que permite a utilização de jogos simples. No caso da Intel, a GPU vem acoplada fisicamente ao CPU, enquando nos Chips ela vem separada, tornando-se mais potente. De qualquer forma, nenhuma das unidades de processamento que acompanham a CPU são suficientes para qualquer tipo de jogo mais pesado.

É interessante perceber que as empresas sempre focam em incríveis espaços no HD e Memória RAM acima da média quanto te empurram um notebook, mas a verdade é que uma GPU de qualidade é o que vai fazer diferença na hora de jogar.

Atualmente, Nvidia’s GeForce GTX 980M é a melhor GPU para notebooks. Segundo a empresa, ela consegue entregar 75% do rendimento do mesmo modelo no desktop. É engraçado, que se compararmos com versões antigas, tal como a GeForde GTX480M, perceberemos uma grande melhoria, já que esta entregava apenas 40% do desempenho em desktop.


CPU (Central Processing Unit) / Processador

 Procure boa qualidade, mas potência não é essencial! 

cpuO poder de processamento de um computador é importante para o bom funcionamento de diversas aplicações, mas para jogos, o CPU nunca será tão importante quanto o GPU, então se você tiver a opção de pegar uma GPU melhor em detrimento da CPU, você já sabe qual escolha fazer!

Um intel core i5 de última geração ou de geração passada acompanhado de uma boa GPU resolvem todos os problemas, então evite gastar em excesso neste ponto, já que dificilmente verá melhorias extremas entre i5 e i7 no quesito de jogos e taxa de frames.

bot-descontech


Memória RAM

memoria ramPara softwares de edição gráfica, a importância da memória RAM pode ser grande, mas para jogos, você dificilmente precisará de mais de 8GB. É interessante que você fique atento ao barramento do modelo, bem como a tecnologia. DDR3 é melhor do que DDR2, por exemplo.

De qualquer forma, se você escolher um notebook com GPU suficientemente boa, ele provavelmente acompanhará um bom CPU, que só trabalha com memória RAM atualizada.


SSD (Solid State Drive)

 Ajuda, mas pelo preço, é um luxo! 

ssd-hdO SSD (solid state drive) é uma tecnologia nova que está presente nos melhores notebooks atualmente. A grande vantagem deste equipamento é que ao utilizar um sistema de chips de memoria – ao contrário dos discos mecânicos presentes em um HD – melhores velocidades são alcançadas, e consequentemente você consegue melhor tempo de carregamento em seus jogos.

Infelizmente, estes equipamentos possuem em média 128GB de espaço. Com jogos atuais possuindo uma média 40GB, fica difícil instalar mais do que dois jogos simultaneamente. De qualquer forma, notebooks com SSD geral possuem também um HD comum, com um espaço mais generoso.

Outro ponto de atenção é que apesar de acelerar o carregamento do jogo, este equipamento não melhorará a taxa de frames!

Resumindo: se você for gastar um pouco mais, opte por um SSD. Senão, continue focado em uma boa GPU. 


Tela

Neste ponto, não tem muito erro. Tente pegar equipamentos com telas de 1080p. Com menos que isso você está perdendo qualidade de imagem. Existem alguns poucos modelos que vão além desta configuração – um exemplo é o Razer Blade, que possui resolução de 3200×1800 – mas fique atento pois você pode acabar exigindo demais de seu notebook e perder taxa de frames.


Teclado

Geralmente você não terá muita opção por aqui. Notebooks focados em gamers normalmente acompanham bons teclados padrão (Sim, teclados padrão!!), mas que não são suficientes para entregar o retorno e a resistência de um teclado focado para jogadores. A Alienware, por exemplo, reforça as teclas WASD de seus modelos para aguentarem a pressão.

Existem alguns modelos bastante específicos como o MSI GT80 Titan, que passou a utilizar um teclado mecânico, em detrimento de portabilidade. Como você pode ver, sempre terá de abrir mão de uma característica para ganhar em outra.


Tamanho e Peso

O tamanho e o peso do equipamento são pontos bastante importantes na hora da compra de um notebook para jogos.

O principal a ser entendido é que existe uma relação direta entre portabilidade e potência. 

Esta é uma questão de física, já que grandes chassis permitem a dissipação de calor mais eficiência. Além disso, os fabricantes podem utilizar maiores tubos e ventiladores, que podem funcionam em menores rotações – ou seja, menor ruído! Como a capacidade de processamento esta diretamente relacionada com a manutenção do sistema resfriado, já da para entender o motivo!

Resumo: se você viaja muito ou terá de jogar em resolução baixa ou terá dores nas costas. Você que escolhe!


 

Fontes: http://www.pcworld.com

 

bot-descontech

Nenhum Comentário

    Deixe seu Comentário!