Zenfone 4 Selfie Pro: 4K na câmera frontal

A quarta e mais recente linha de smartphones da Asus trouxe propostas muito claras para os 4 modelos apresentados, bateria no mais barato, desempenho no mais caro e claro, câmera frontal nos dois modelos intermediários. No meio disso tudo, o Selfie Pro é provavelmente o equipamento que mais gostei entre todos e eu vou te explicar o porque.

Design

Acho que a primeira coisa que me impressionou mesmo foi o quão fino o Selfie Pro é. Com 6,9 milímetros de espessura e 147 gramas de peso, eu devo dizer que a pegada do equipamento me lembrou um pouco a do z2 play, só que um pouco mais econômica por causa dessas pequenas curvaturas nas bordas. Ele é ergonômico e claro, um pouco escorregadio por conta do acabamento em alumínio, que aliás, está muito bom!

Os Botões são bem acabados e claro, temos tanto uma entrada P2 quando um carregador USB B, que me deixou bastante surpreso, afinal, esperava um USBC, que comento mais para frente.

O leitor de digitais de todo o da a linha passou para a frente e não tem mais o detalhe em baixo relevo, parece que é tudo liso só que com uma bordinha no botão. É difícil explicar, mas eu achei legal. A leitura é rápida e você ainda consegue usá-lo para tirar foto.

 

A tela de 5.5 ( cinco ponto cinco ) polegadas – como é toda a linha zenfone 4, é um pouco grande para a minha mão, devo admitir, mas me surpreendeu pela qualidade de cores, brilho e pelo nível de contraste, que claro, vem da tecnologia AMOLED do painel.

E sim, eu prefiro essa tela ao IPS presente no Zenfone 4 que é ligeiramente mais caro.

Áudio e bateria

A saída de som em sua base me incomoda um pouco na hora de jogar ou usá-lo no modo horizontal porque minha mão acaba tampando a saída. A qualidade do som é legal e ainda existe uma opção na zenUI de modo externo, logo abaixo da barra de volume que prioriza os agudos para aumentar o volume do equipamento e que funciona bem.

Para consumir mídia de forma portátil esse é realmente uma opção bastante interessante se considerar tela e ergonomia. Afinal, o desempenho não é disruptivo, mas, suficiente

A bateria de 3000 miliamperes não surpreende, principalmente se você utilizar o equipamento no brilho máximo. No meu uso diário, eu cheguei com pouco mais de 10% no final do dia, tendo de dar uma carguinha rápida quando usei o GPS ou me filmei.

Desempenho

O snapdragon 625, bastante conhecido e utilizado em intermediários dá as caras denovo e é associado a opções entre 3GB de RAM e 32 de armazenamento e 4GB de RAM e 64 de armazenamento.

As duas memórias são, segundo o A1 SD Benchmark de boa qualidade e ajudam na hora de instalar aplicativos e fazer todas as rotinas da ZenUI, que chegou um pouco mais leve nessa ultima atualização para sua 4a versão.

Vale comentar que alguns aplicativos como game geniee e embelezamento para câmera frontal no instagram são interessantes mas incomodam demais ao aparecer no topo da tela no dia a dia. E que ferramentas como o gerenciador de bateria e de documentos são sim úteis, apesar de eu gostar de poder escolher o que vou usar. Se você gosta do design da ZenUI, vai na fé, ainda mais sabendo que a atualização para android OREO deve chegar até metade do ano que vem em todos os aparelhos desta linha.

Câmera traseira

A traseira possui um sensor de 16 megapixels que não pretende ser a câmera principal do celular, então sim, é legal em boa luz. Mas eu particularmente não gostei do processamento dela em baixa luz e tem outros modelos nesta faixa de preço que entregam coisa melhor na traseira, como o próprio Zenfone 3 ZOOM. Você consegue gravar em 4K a até 30 frames por segundo e apesar de em 4k chacoalhar um pouco mais, como a maioria dos outros equipamentos, em 1080p a estabilização via software cropa bastante a imagem mas entrega um resultado legal.

Tem também o fato de o software de câmera da Asus entregar algumas opções interessantes, tal como a capacidade de salvar fotos em RAW, muito bom para aqueles que querem editar cores, contraste e outras coisas posteriormente de forma profissional.

O número de opções no modo manual também impressiona, permitindo até 32 segundos de exposição, o que me ajudou a tirar essa foto abaixo com um tripé, por exemplo, e claro, os conhecidos modos que a asus sempre tem em seus modelos, tal como o Timelapse, que é feito em 1080p a 120 frames, o modo Superresolução, Panorama e Animação Gif. Eu gosto da forma como a Asus reduziu as opções ao mesmo tempo em que manteve o que era mais interessante.

Câmera frontal

Mas é na câmera frontal que esse aparelho aqui começa a ter seu diferencial. Com um sensor sony IMX362 na câmera principal da frente, o Selfie Pro é o primeiro do brasil a gravar em 4K, além de ser acompanhada por uma segunda lente de 8 megapixels capaz de captar um angulo de 120 graus.

Vale lembrar que além de uma abertura de 1.8 nesta câmera frontal, a Asus ainda aplica um processamento de imagem através do chip proprietário SuperPixel que ajuda nas fotos em baixa luz, ponto que todos os modelos tentam atacar.

Mas é ai que mora um pouco do problema dessa câmera: é bem difícil criar uma cena usando as configurações e exposição do aplicativo padrão do celular sem que algum ponto claro da imagem não estoure.

Várias vezes eu tive de regular manualmente a exposição para ficar com uma cara melhor. É engraçado que quando usamos um aplicativo externo da google, conseguimos resultados um pouco diferentes. Apesar de ruídos maiores em baixa luz, esse aplicativo entregou uma cor mais real para o meu rosto, que fica excessivamente pálido no aplicativo da ASUS, eu não gostei, mas se você gostar tem o exemplo aparecendo aí em baixo.

 

O HDR na câmera frontal também é pouco comum mas aparece por aqui e dá sim uma boa ajuda, na hora de melhorar o contraste e faixa dinâmica, que não fica tão diferente porque geralmente é muito do seu rosto aparecendo na foto, mas que funciona sim.

Apesar de precisar que você deixe a câmera mais estática para não acabar saindo borrado, coisa que acontece com maior frequência por aqui, principalmente em baixa luz.

Mas vamos para o lado bom, eu sempre tive problemas em me focar e me enquadrar para gravar vídeos e como agora fazemos upload em 4k no canal, eu consegui me gravar sozinho sem problema algum com esse celular. Eu usei o aplicativo OPEN CAMERA para retirar todo o embelezamento e para travar os frames em 30 por segundo, já que apesar da ASUS ter resolvido recentemente o problema de frames maleáveis, na e época o update não havia chegado para mim.

Se tiverem interesse de ver o vídeo completo, podem acessá-lo por aqui.

A câmera wide de 8 megapixels é bem legal para momentos em que você quer mostrar a paisagem e os amigos, maaaaaaas o resultado só fica realmente bom em boa luz, então boteco a noite com pouca iluminação vai acabar ficando para a câmera frontal principal. É legal ter a possibilidade, mas não dá para ficar dependente.

 

Enfim, a câmera principal do Selfie Pro é extremamente útil para algumas pessoas e tem problemas que podem ser resolvidos via software, tal como a exposição excessiva e o embelezamento que deveria ser ajustado. Vale a pena conferir se já rolou alguma atualização nesse ponto, mas se você precisa gravar em 4k para montar um canal e coisa e tal, essa é a única e consequentemente melhor opção.

Conclusão

No contexto geral eu gostei do Selfie Pro. Da sua ergonomia, da sua tela e claro, da possibilidade de gravar em 4K na frontal, o que me ajudaria a fazer alguns tipos de vídeo mais simples em qualquer lugar. Eu realmente espero que ocorram ajustes de software na câmera frontal para melhorar a experiência, já que já vimos outros equipamentos com o mesmo sensor conseguirem resultados muito bons.

Sabendo que apesar dos problemas a asus sempre entrega bastante atualizações posteriores e que o preço de lançamento está em 1500 reais para o modelo mais simples e 1700 para o com 4gb de ram, este é sim um modelo a ser considerado para os selfiezeros de plantão.

Se você por outro lado está querendo uma câmera traseira melhor está saindo o review do zenfone 4, já temos o do zenfone 3 zoom e claro, vale considerar os top do ano passado que já saem mais baratinhos como o samsung s7 e o lg g6.

9 Total Score

User Rating: Be the first one!
Diga o que você achou

Leave a reply