Sony CH700N: cancelamento de ruído dentro do orçamento

A Sony acabou de atualizar sua linha de som e trouxe dois modelos bem interessantes com cancelamento ativo de ruído, o ANC. O mais barato deles, conhecido como CH700N é tema de hoje. E a minha ideia é explicar se ele vale a pena ou não pra você.

Construção

O Sony CH700N é um fone que logo no desembalar me fez gostar do design dele. Apesar de ser um pouco mais redondo por fora, ele é mais comprido nas almofadas, o que o deixa bastante confortável para o uso. Houve melhora quando comparado com modelos mais antigos ou mais baratos da própria Sony.

O que acontece é que como a maioria desses fone mais fechados ele quase não tem respiração, então perto dos 40 minutos, eu já senti ele quente no meu ouvido e tive de tirar um pouco. Por isso mesmo, apesar dele ficar bastante fixo na cabeça, o que possibilitaria fazer algum tipo de esporte com ele, não é recomendado pela falta de transpiração.

Sabendo disso, vou falar da minha experiência usando no dia a dia para trabalhar. Primeiro que o fone é bastante flexível e tem um courinho em seu topo que ajuda no conforto. Os fones viram 90º para que consiga guardá-lo com maior facilidade e também têm uma regulagem para dentro que ajuda no conforto.

Apesar de grande parte da construção ser em plástico, você não ouve rangidos e ele passa a sensação de ser resistente.

Do lado direito temos o botão de volume e uma alavanca para pausar e passar música, do lado esquerdo o botão de cancelamento de ruído seguido de um led que avisa se tal função está ligada.

Conectividade e cancelamento de ruído

A entrada p2 que serve pra hora que acabar a bateria, a entrada micro USB para justamente carregar a bateria e botão de ligar, desligar e parear, que é tudo em um só. Tudo funciona bem e rapidinho você acostuma.

Eu usei o CH700N tanto no estúdio como em casa. O noise cancelling quando comparado com o do WH1000 que é mais caro, deixa a desejar, deixando passar barulhos muito graves e agudos e com volume maior.

O ar condicionado portátil aqui da sala que faz 63 decibéis de ruído e está em uma frequência média foi completamente apagado, mas uma volta no metrô já deixou um pouco do som entrar e vazar, já que em volumes mais altos dá para ouvir sua música saindo do fone.

A própria Sony faz fones onde essa função é mais completa e um fone Samsung que analisamos por aqui também ia melhor, mas são todos mais caros. Não me vem a mente depois de alguma pesquisa algum melhor nesse quesito e nesse preço.

Qualidade do áudio

Até porque o som do CH700N me agradou bastante. Ele entregou bons graves que diferente dos modelos mais baratos da Sony, como o MDR-XB450 não embolam, são definidos e se você dar uma boa regulada saltam mais pra frente e dão o tipo de punch que eu gosto pras músicas de metal progressivo.

O Edifier WB855BT já tem esse punch naturalmente além de médios e vocais mais saltados pelo mesmo preço, mas não tem outros recursos.

O CH700N não tem um pouco mais de agudos e esses graves definidos, mas no meio não é tão forte, então você pode sentir alguns vocais ficando um pouco para trás. De novo, fone é sempre questão de gosto, e eu gostei bastante desse, só que eu prefiro um pouco mais de presença.

Consegui resolver um bocado disso utilizando o aplicativo proprietário da Sony que não só traz algumas equalizações prontas, tanto pro iOS quanto pro Android, como permite você criar a sua própria. Infelizmente, não tem aplicativo para o PC, outro lugar onde eu uso bastante o fone de ouvido.

Som sem regulagem bem ok. Som com equalização de aplicativo com bons graves e agudo mas pouca força em vocais e médios. As frequências estão acima da média, indo de 7 hertz até 20 kilohertz, o que ressalta de novo o foco nos graves.

A sensibilidade varia entre 97 e 98 decibéis dependendo da conexão, mas isso basicamente quer dizer que o volume vai bem pra aqueles que ainda tem a audição intacta.

Mas claro, além de som, a ideia desse fone é entregar tanto o cancelamento de ruído, como uma boa experiência bluetooth. São 35 horas de bateria, mais 5 horas se ficar com o AINC desligado e o bluetooth funciona bem, mas ainda perde o sinal no final da minha cozinha. O WX1000 funciona, e mostrou ter um sinal mais forte.

Esse daqui é só normal. Pelo menos ele é de fácil pareamento e ainda vem com uma entrada p2 e um cabo com os dois lados p2 pra hora que acabar sua bateria ou você acabar querendo usar o equipamento sem bluetooth.

Com um preço perto dos R$800, o CH700N é um fone que vai bem em todos os quesitos, mas não é excelente em quase nenhum deles. Confortável, um pouco quente para as orelhas, graves nítidos e bateria pra semana toda. Além de claro um noise cancelling que reduz o barulho de fora. Não retira totalmente mas reduz. Se você só quer melhor áudio, vai ter de abrir mão do cancelamento de ruído e vice versa para se manter nessa faixa preço.

7.5 Total Score
Sony CH700N

Com uma proposta de proporcionar o cancelamento de ruído ativo por um preço mais acessível, o fone de ouvido CH700N da Sony oferece um bom conjunto que não impressiona tanto.

User Rating: 4 (4 votes)
Diga o que você achou

Leave a reply