iPhone XS: o ápice do preço e desempenho

O iPhone XS e o iPhone XS Max são os aguardados modelos de 2018 que ninguém estava aguardando. Sim, sim, a gente sabe que a linha “S” sempre é apenas um tiquinho melhor, nada disruptiva, mas esse ano eles exageraram um pouco.

De qualquer forma existiram bastantes avanços pequenos que a gente consegue comentar e demonstrar, então que tal passar por todos eles para decidir se vale a pena investir ou ficar no seu iPhone antigo?

Design

A primeira coisa que vocês vão perceber é que quando comparado com o iPhone X, o XS não mudou basicamente nada. E quando eu falo nada, é porque os únicos dois pontos em que ocorreram alterações, as diferenças foram extremamente sutis.

O relevo da câmera é minimamente menor, coisa que só se percebe ao colocar uma capa antiga no modelo novo. A segunda mudança é na parte de baixo, onde a saída de áudio tinha um número de furos igualmente posicionados do outro lado para deixar balanceado e agora tem a adição de uma linha para o sinal de telefonia.

Não só isso como a melhora do modem trazem uma recepção de sinal maior. Para identificar o modelo novo é só olhar na parte de baixo ou através dessa cor dourada que é uma novidade. Sinceramente, está mais pra um rosa queimado que para um dourado.

Se as mudanças externas foram poucas, tem uma evolução estrutural importante que ninguém consegue ver. A adoção do protocolo IP68 de proteção contra água e poeira permite que você até pegue uma piscina com esse iPhone novo, mas como sempre a Apple não se responsabiliza por nenhum problema relacionado com água, e pelo preço que ele está eu não arrisco como faço com meu Galaxy S8 não. Essa é uma daquelas funções que dava pra ter colocado no anterior e que seguraram só pra ter o que vender esse ano, certeza.

Desempenho

Eles deram um “tapa” em várias frentes, a começar pelo processador. Diferente do ano passado onde os ganhos foram bem grandes no processamento e impressionou muita gente, quem ganhou relevância esse ano foi a GPU. Com isso, apesar de testes como do Geekbench saírem bem parecidos, quando você roda um Antutu da vida que tem muita coisa 3D, ele tem um ganho expressivo.

Só que tem mais coisa escondida. Primeiro que esse é o primeiro processador de 7 nanômetros da empresa, o que teoricamente consegue reduzir em 50% o gasto energético dos núcleos que são de eficiência – aqueles dedicados para tarefas mais básicas.

Consegui com o XS, o menor, perto de 9 horas de tela, então segundo dados de outros reviewers, o iPhone XS Max deve chegar à quase 10 horas em situações sem muito stress. Esses são ótimos números e acredito que podem melhorar um pouco com o tempo, já que o stand by do aparelho no iOS 12 está bem ruim.

O problema é que reduziram ainda mais o carregador que acompanha o aparelho. Decidiram colocar um carregar de 5W na caixa. Com isso o aparelho leva quase 3 horas pra carregar, o Max, 3 horas e meia. Os caras são sacanas a ponto de colocar carregamento rápido mas te fazer pagar pelo menos mais 300 reais para um carregador novo, isso em um celular que vai chegar perto dos 6 mil reais. É loucura.

Aliás, outra coisa que é loucura pra mim é o fato dos fones serem com conexão lightning. Eles são bons, todo mundo gosta, mas poxa, não da pra usar em lugar nenhum. Seria interessante ver um adaptador na caixa, mas estamos falando de Apple. Modelos anteriores pararam de receber também o adaptador e fizeram essa transição, o que me incomoda bastante.

Vamos voltar para os benefícios do processador. Primeira coisa que você vai perceber é que o Face ID está mais rápido e que consegue entender melhor algumas mudanças como a presença ou ausência de óculos. Um YouTuber asiático comentou que logo quando ele acordava o olho ficava um pouco mais inchado e fechado do que de costume e que no iPhone X ele não era reconhecido.

A Apple afirma que isso tem relação direta com a Neural Engine que tem nesse novo processador, mas acho que tem bastante relação com software e que deveria claro, vir para o iPhone X em algum tipo de futuro, mas com ele descontinuado, a Apple tem uma desculpa para não o fazer.

E claro, dentro desse composto todo está presente também um modem ligeiramente melhor que do ano passado com melhores velocidades e melhor captação de sinal. Em meus testes diretos eu não tive muito sucesso, o telefone continua pegando mal dentro do estúdio, aqui parece uma fortaleza contra sinal da TIM, sem brincadeira.

Só precisa tomar cuidado na hora de importar, porque a versão dos Estados Unidos não tem a banda 700 hertz, que será usada para o 4.5G. O modelo que foi homologado por aqui é igual da Europa.

Câmera traseira e frontal

Não dá pra ter lançamento novo sem um incremento legal de câmera. Como sempre, especificações técnicas não são o forte da Apple, e nem precisam ser.

Eles mantiveram o mesmo sistema de 12 megapixels com abertura f/1.8 que tivemos nos últimos anos, mas decidiram aumentar o tamanho do sensor para conseguir avanços em baixa luz. O engraçado é que apesar da mudança pequena em hardware, tivemos bastante pontos de evolução na câmera.

O perfil das fotos e dos vídeos agora está com mais contraste, saturação e nitidez, característica que temos nos celulares da Samsung, por exemplo, e que claro, chama um pouco mais atenção de quem não quer ficar editando as fotos.

O segundo ponto que melhorou muito foi o HDR que agora é Smart HDR. Basicamente, agora as coisas não estouram mais tanto quanto antes, principalmente quando estão fora de foco na foto. Isso já estava bem presente em modelos Android desse e do ano passado, mas os iPhones ainda sofriam pra conseguir esse resultado.

O legal é que ele também se aplica para vídeos em Full HD e na câmera frontal, que sinceramente consegue ir melhor do que concorrentes Android nesse quesito.

Como vocês puderam perceber, a câmera frontal faz um corte maior do que os modelos anteriores, e em qualquer momento o iPhone consegue gravar em estéreo. Isso provavelmente vai gerar um pouco mais de barulho de fundo na sua gravação, mas dará uma maior sensação de espaço e encorpa um pouco mais a voz.

Outro avanço interessante é no modo retrato que agora usa a câmera principal para te focar e a segunda lente, de 12 megapixels e abertura f/2.4 para fazer o desfoque traseiro. Em média luz a gente ainda tem alguns recortes meio mais ou menos, mas evoluiu perante o último ano e deu uma definição maior para a pessoa. Parece que ninguém ainda bateu o Pixel 2, mas está ficando mais acirrado.

Nesse ano temos a opção de ajustar o desfoque depois de tirar a foto, mesma coisa que já apareceu no Galaxy S9 e Galaxy Note 9. Funções legais, mas que não são novidade.

Em vídeo não tivemos nenhum avanço de resolução como no ano passado, mas a estabilização melhorou bastante. O iPhone tinha um problema chato que dava um efeito meio de gelatina se você mesclava uma outra estabilização ou encostava em algum lugar que vibrava, tipo em um carro.

 

Temos o dual SIM, que na verdade é um segundo chip digital que só será oferecido pela Claro, sem previsão de outras operadoras até a data desse post. Isso é bom e ruim. Dá pra ter uma segunda conta pra trabalho, mas não é possível ficar trocando de celular com ela.

Conclusão

Com tudo isso falado tá na hora de responder algumas coisas: vale o upgrade do iPhone X para o iPhone XS? Não. Partindo do iPhone 8 também é difícil indicar pelo preço, mas é uma alternativa se quiser uma tela grande em um corpo mais compacto. Começa a ser válida a mudança se você vem de um iPhone 7, iPhone 6S ou inferior.

O problema do iPhone é que tirando a bateria que acaba indo embora, a experiência com ele continua boa mesmo depois de alguns anos, e claro, o processador está sendo um exagero de desempenho. Então para WhatsApp e aplicativos mais leves, não tem porquê fazer o upgrade.

Vale o preço cobrado? Não. Desculpa, mas com fabricação local o Note 9 está entregando muito mais função se você não liga de trocar de sistema operacional. Se você liga e gosta do iOS, não tem jeito, você vai acabar comprando o XS ou XR algum dia. No geral está caro demais mesmo.

Cumpre o que promete? No geral sim. Mais bateria, câmeras melhores, uma opção a mais de tamanho e melhor desempenho.

9 Total Score

User Rating: 1 (1 votes)
Diga o que você achou

Leave a reply